BC diz que pretende alcançar meta de inflação em 2017

Para Goldfajn, atingir esse objetivo é algo ambicioso porque a inflação em 2015 foi “mais que o dobro da meta”

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse hoje (28) que alcançar o centro da meta de inflação, em 4,5%, em 2017 é uma expectativa ambiciosa e crível.

Para Goldfajn, atingir esse objetivo é algo ambicioso porque a inflação em 2015 foi “mais que o dobro da meta”.

“O ano de 2015 foi de choque, inflação muito elevada, em parte devido à depreciação forte [do real], a inflação de [preços] administrados muito forte. Desde então, o objetivo do regime de metas tem sido fazer a convergência de volta para o centro da meta”, disse, ao divulgar o Relatório de Inflação.

O presidente do BC afirmou, ainda, que não há necessidade de se ter uma meta de inflação ajustada.