Banco Central da Rússia eleva taxa de juros a 10,5%

Maioria dos economistas considerava inevitável o aumento da taxa diante da aceleração da inflação, que supera 9%

Moscou – O Banco Central da Rússia anunciou nesta quinta-feira o aumento de um ponto percentual em sua principal taxa de juros, a 10,5%, devido aos riscos de inflação gerados pela queda do rublo, e alertou que poderá continuar aumentando-a.

A maioria dos economistas considerava inevitável o aumento da taxa diante da aceleração da inflação, que supera 9%, e que para o início de 2015 alcançará 10%, segundo a instituição, diante da forte desvalorização do rublo, que perdeu um terço de seu valor desde o início do ano frente ao euro.

Nesta quinta-feira, a moeda russa alcançou novos mínimos ante o dólar e o euro após o anúncio do aumento da taxa.

O Banco Central também prevê um crescimento próximo a zero para os próximos dois anos.