Avaliar bancos da Espanha aumentará confiança, diz Rajoy

Presidente espanhol, Mariano Rajoy, expressou sua convicção em que a avaliação das entidades financeiras da UE pelo BCE permitirá recuperar a confiança no país

Bruxelas – O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, expressou nesta sexta-feira sua convicção em que a avaliação das entidades financeiras da UE pelo BCE permitirá recuperar a confiança no sistema bancário europeu, da mesma forma que acredita que aconteceu com a análise ao que se submeteram os bancos espanhóis.

Na entrevista coletiva após a reunião do Conselho Europeu, Rajoy explicou algumas das decisões adotadas pela cúpula no âmbito econômico.

O governante se referiu à informação do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, aos líderes da UE dos critérios gerais para a avaliação das entidades de crédito de toda a União, uma avaliação que é prévia a que a instituição assuma a supervisão bancária única dessas entidades.

“Esse é um bom exercício que servirá para recuperar a confiança no sistema bancário europeu, porque os critérios que se tornaram públicos exigem um exercício de qualidade, exaustivo, rigoroso e transparente”, explicou.

Além disso, ressaltou que essa análise terá a participação de um especialista independente, a empresa de consultoria Oliver Wyman, que lembrou que é a mesma que se encarregou de analisar em 2012 as entidades financeiras espanholas.

“Na Espanha fez-se um grande esforço de análise da qualidade dos ativos e de reestruturação de entidades e os resultados foram muito positivos para recuperar a confiança. Os sinais do mercado – ressaltou – confirmam isso”.

Rajoy elogiou também que os líderes da UE tenham certificado o roteiro previsto para a união econômica e monetária, assim como a intenção de reativar em janeiro de 2014 o crédito às pequenas e médias empresas.