Atividade industrial da China encolhe sob peso da guerra comercial

Leitura fraca sugere que a segunda maior economia do mundo ainda está perdendo força apesar de uma série de medidas de suporte ao longo do último ano

Pequim — A atividade industrial da China encolheu inesperadamente em junho uma vez que as demandas doméstica e de exportação enfraqueceram, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit nesta segunda-feira.

A leitura fraca sugere que a segunda maior economia do mundo ainda está perdendo força apesar de uma série de medidas de suporte ao longo do último ano, destacando a necessidade urgente de mais estímulo.

O PMI de indústria do Caixin/Markit ficou em 49,4 em junho, pior leitura desde janeiro e abaixo das expectativas de economistas de 50,0.

Foi a primeira vez em quatro meses que o índice ficou abaixo da marca neutra de 50 que separa contração de expansão.

A pesquisa ficou em linha com o PMI oficial de indústria publicado no domingo, que mostrou contração a um ritmo mais rápido do que o esperado.

A produção industrial e as novas encomendas caíram pela primeira vez desde janeiro, com algumas empresas informando que suspenderam as linhas de produção por causa da disputa comercial entre China e Estados Unidos.

A confiança empresarial caiu para o menor nível em mais de sete anos como resultado, e as empresas cortaram empregos pelo terceiro mês seguido.