Atividade empresarial da zona do euro permanece fraca em março, mostra PMI

De acordo com o IHS Markit, taxa é uma das mais baixas desde 2014

Londres — A atividade empresarial na zona do euro foi letárgica em março, de acordo com a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) que sugeriu que a contração na indústria está gradualmente afetando o setor de serviços do bloco.

O PMI Composto final do IHS Markit caiu a 51,6 em março de 51,9 em fevereiro. O resultado ficou acima da preliminar de 51,3, mas se aproximou da marca de 50, que separa crescimento de contração.

“O PMI final da zona do euro para março confirma o fim fraco do primeiro trimestre, com o crescimento empresarial enfraquecendo para uma das taxas mais letárgicas desde 2014”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

A indústria teve o pior mês em quase seis anos em março, mostrou o PMI do setor na segunda-feira, e embora a atividade de serviços tenha acelerado um pouco no mês passado, permaneceu fraca. O PMI de serviços subiu a 53,3 de 52,8 em fevereiro, contra preliminar de 52,7.