Associações automotivas pedem retomada de negociação do Nafta

Período de transição após as eleições presidenciais do México em 1º de julho passado marca o momento ideal para acordo, diz industria

Associações da indústria automotiva de Canadá, Estados Unidos e México pediram, nesta segunda-feira (9), para seus governos retomarem as negociações para renovar o Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês).

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na semana passada que vai adiar a revisão do acordo para depois das eleições legislativas de novembro em seu país, mas as associações consideram que o período de transição após as eleições presidenciais do México em 1º de julho passado marca o momento ideal para fazer isso.

“Consideramos que, enquanto se forma um novo governo no México até 1º de dezembro de 2018 (dia da posse), agora é o momento oportuno para que as partes retomem as negociações com um compromisso renovado”, indicou o comunicado divulgado no México pela Associação Mexicana da Indústria Automotiva, AMIA.

“Temos uma grande oportunidade para atualizar este acordo comercial (…) que permita que a indústria automotiva da América do Norte mantenha sua competitividade global”, acrescenta o comunicado assinado por outras oito organizações, entre elas a Auto Alliance Driving Innovation dos Estados Unidos e a Canadian Vehicle Manufacturers’ Association.

A indústria automotiva da América do Norte foi uma das maiores beneficiadas pelo Nafta, em vigor desde 1994, pois permitiu a integração de complexas cadeiras de fornecimento e alcançar custos de produção competitivos.