Arábia Saudita deve elevar preços oficiais do petróleo

Maior exportador mundial de petróleo, deve elevar os preços oficiais de venda da maior parte de suas variedades de petróleo em outubro

Singapura/Pequim – A Arábia Saudita, maior exportador mundial de petróleo, deve elevar os preços oficiais de venda (OSPs, na sigla em inglês) da maior parte de suas variedades de petróleo em outubro, depois que interrupções no fornecimento global elevaram os preços de Dubai e os prêmios à vista para o petróleo do Oriente Médio na Ásia, disseram operadores nesta terça-feira.

Os prêmios à vista para o petróleo carregado em outubro e vendido na Ásia saltaram para máximas de vários meses em agosto após um aperto do fornecimento no Iraque e na Líbia e antes do pico da demanda de inverno.

Os fortes preços do Brent em relação aos de Dubai também levaram a uma corrida para os petróleos do Oriente Médio e da Rússia, com preços atralados à cotação do Golfo, mais baixa.

“Tudo aponta para a chegada de uma arbitragem limitada sobre o fornecimento”, disse um operador. “A oferta está apertada, então as margens importam menos.” A Saudi Aramco pode elevar os OSPs do petróleo leve de referência da Arábia Saudita em 50 a 70 centavos por barril, elevando a commodity para sua maior alta em pelo menos 8 meses, apontou uma pesquisa Thomson Reuters realizada com sete refinarias e operadores.