Arábia Saudita considera preços do petróleo muito elevados

"Os elevados preços não são simplesmente sustentáveis pelos fundamentos do mercado", disse o ministro saudita do petróleo

Riad – O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Nuaimi, afirmou nesta segunda-feira que o elevado preço do petróleo não é justificado com os fundamentos do mercado, “bem equilibrado” na sua visão.

“Os elevados preços não são simplesmente sustentáveis pelos fundamentos do mercado. O mercado está bem equilibrado no que diz respeito à oferta, demanda e nível de reservas”, destacou o ministro.

“A Arábia Saudita, que acompanha a evolução do mercado de petróleo mundial, sempre toma as decisões necessárias para ajustar a oferta e a demanda. O reino responderá às necessidades de todos os seus clientes”, completou ministro.

A Arábia Saudita, maior exportador mundial de petróleo, se tornou em março o principal produtor de petróleo do planeta, com uma produção de 9,923 milhões de barris por dia, à frente da produção russa de 9,920 milhões de barris por dia.

Na manhã desta segunda-feira, o barril do West Texas Intermediate (WTI, designação do “light sweet crude” negociado nos Estados Unidos) para entrega em outubro perdia 14 centavos, a 96,28 dólares.

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em outubro perdia 7 centavos, a 114,32 dólares.