Apple registra lucro de US$ 19,965 bi no trimestre encerrado em dezembro

Balanço divulgado esta terça-feira, 29, foi o primeiro no qual a Apple não divulgou mais a quantidade de produtos vendidos no trimestre

São Paulo – A Apple apresentou lucro líquido de US$ 19,965 bilhões no período entre outubro e dezembro de 2018, o equivalente a US$ 4,18 por ação. No mesmo período do ano anterior, a companhia havia registrado lucro de US$ 20,065 bilhões e ganho por ação de US$ 3,92. O resultado superou levemente a expectativa de analistas consultados pela FactSet, que esperavam lucro de US$ 4,17 por ação entre outubro e dezembro.

As vendas, por sua vez, também ficaram levemente acima do esperado por analistas, ao passarem de US$ 88,293 bilhões no primeiro trimestre fiscal de 2018 para US$ 84,310 bilhões no mesmo período deste ano, uma queda de 5%. As vendas internacionais representaram 62% da receita do trimestre. Analistas ouvidos pela FactSet apontavam para vendas de US$ 84 bilhões no período, o mesmo valor projetado pela própria Apple.

O balanço divulgado esta terça-feira foi o primeiro no qual a Apple não divulgou mais a quantidade de produtos vendidos no trimestre. De acordo com a companhia, a receita com a venda de iPhones caiu 15% na comparação anual do primeiro trimestre fiscal, ao passar de US$ 61,104 bilhões entre outubro e dezembro de 2017 para US$ 51,982 bilhões no mesmo período do ano passado. A receita vinda da venda de Macs, por sua vez, avançou 9%, passando de US$ 6,824 bilhões para US$ 7,416 bilhões. Considerando somente a venda de iPads, a receita subiu 17%, passando de US$ 5,755 bilhões para US$ 6,7209 bilhões.

A receita de serviços, que engloba a Apple Music, o iCloud e a App Store, entre outros produtos, passou de US$ 9,129 bilhões entre outubro e dezembro de 2017 para US$ 10,875 bilhões no mesmo período de 2018, um avanço de 19%. Já a receita de outros produtos, como AirPods, Apple TV e Apple Watch, apresentou alta de 33%, ao subir de US$ 5,481 bilhões para US$ 7,308 bilhões no último trimestre do ano passado.

No início do mês, a Apple revisou para baixo suas projeções de receita para o trimestre encerrado em dezembro, alegando fraqueza em relação à China, onde a receita foi de US$ 13,17 bilhões. Já a receita nas Américas foi de US$ 36,94 bilhões, enquanto a receita na Europa ficou em US$ 20,36 bilhões. A revisão para baixo do “guidance” foi alvo de comentários do presidente-executivo da empresa, Tim Cook. “Embora tenha sido decepcionante perder nossa projeção de receita, gerenciamos a Apple para o longo prazo”, disse.

Veja também

Cook também afirmou que os resultados do período entre outubro e dezembro “demonstram que a força subjacente de nossos negócios é profunda e ampla”. Em suas projeções para o trimestre a ser encerrado em março, a Apple diz esperar receita entre US$ 55 bilhões e US$ 59 bilhões, enquanto o mercado projeta receita de US$ 58,97 bilhões no período.

Às 19h54, a ação da Apple subia 4,32% nos negócios do after hours em Nova York.