Apesar das sanções dos EUA, China continuará importando petróleo do Irã

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira (28) que vão aplicar sanções a todos os países que importarem petróleo iraniano

A China continuará importando petróleo iraniano, apesar das sanções impostas pelos Estados Unidos após a sua saída do acordo nuclear de 2015, anunciou nesta sexta-feira um alto responsável chinês, paralelamente a uma reunião de avaliação do pacto em Viena.

“Não acatamos a política denominada ‘zero’ (importação de petróleo iraniano) dos Estados Unidos”, afirmou à imprensa Fu Cong, diretor-geral de controle de armas do Ministério de Relações Exteriores chinês.

“Rejeitamos a imposição unilateral de sanções”, acrescentou.

Teerã exige poder continuar exportando seu petróleo para se manter vinculada ao acordo nuclear, fragilizado pela saída unilateral americana em maio de 2018.