ANP projeta salto na importação de combustíveis pelo Brasil

A importação brasileira média de diesel A deverá atingir 205 mil b/d em 2026 e 424 mil b/d em 2030

Rio de Janeiro – A importação brasileira média de combustíveis do Ciclo Otto deverá atingir 198 mil barris por dia (b/d) em 2026 e 408 mil b/d em 2030, avanço importante ante a média importada em 2015, de 32 mil b/d, afirmou nesta terça-feira a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard.

A importação brasileira média de diesel A deverá atingir 205 mil b/d em 2026 e 424 mil b/d em 2030, avanço relevante ante a média de 117 mil b/d em 2015, considerando um cenário em que a refinaria do Comperj entre em operação em 2023, disse a executiva em um evento do Rio de Janeiro.