Analistas esperam PIB melhor para o 4º trimestre

O PIB do último trimestre do ano pode ter desempenho um pouco melhor do que a alta de 0,1% entre os meses de julho e setembro

São Paulo – O Produto Interno Bruto (PIB) do último trimestre do ano pode ter desempenho um pouco melhor do que a alta de 0,1% entre os meses de julho e setembro, conforme a maioria das expectativas dos economistas do mercado financeiro coletadas pelo AE Projeções.

De acordo com o levantamento preliminar, que ouviu 21 instituições, o PIB do quarto trimestre deve ficar entre queda de 0,2% e alta de 0,7% ante o terceiro, com ajuste sazonal. A partir deste intervalo de previsões, a mediana é de expansão de 0,4%.

Na comparação com o quarto trimestre de 2013, as expectativas vão de baixa de 1,3% a alta de 0,5%, com mediana negativa de 0,2%.

Para o fechamento de 2014, as previsões para o PIB vão de declínio de 0,2% a expansão de 0,3%, com mediana positiva de 0,2%.

Os números serão conhecidos em 27 de março, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga as Contas Nacionais.

As projeções foram colhidas logo após o IBGE informar o PIB do terceiro trimestre, que cresceu 0,1%, na margem, e caiu 0,2% no confronto com igual período de 2013.

Mesmo com a expansão ante o segundo trimestre, os profissionais consultados concordam que a economia brasileira está estagnada e deve demorar para engrenar um ritmo de crescimento mais consistente e elevado, ainda mais se a nova equipe econômica implantar um ajuste nas contas públicas.

A expectativa é que os dados do quarto trimestre já venham com a atualização da metodologia. De acordo com o IBGE, o PIB do terceiro trimestre deste ano foi a última divulgação com a base antiga. (As informações são do jornal O Estado de S. Paulo)