Mudar meta de inflação para 2018 é muito pouco provável, diz BC

Segundo o diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Viana, as metas para 2017 e 2018 já estão definidas

Brasília – O diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Viana, afirmou nesta quinta-feira que o BC considera “bastante pequena” a possibilidade de alteração da meta de inflação de 2018, já definida em 4,5 por cento, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual.

Segundo Viana, as metas para 2017 e 2018 já estão definidas. O debate em junho, quando o Conselho Monetário Nacional (CMN) se reunirá para tratar do tema, será sobre a meta para 2019, acrescentou ele.