Alemanha reduz previsão de expansão do PIB em 2012

Crescimento econômico alemão esperado caiu de 1,0% para 0,7%

Berlim – O governo da Alemanha reduziu em seu relatório econômico anual a previsão de crescimento econômico do país em 2012 para 0,7%, de 1,0%. Em um comunicado, o ministro da Economia, Philipp Roesler, afirmou que a economia alemã vai “sofrer prejuízos ao crescimento” no primeiro semestre deste ano, mas, puxada pela forte demanda doméstica, vai se recuperar no segundo semestre.

“Nossa economia está robusta. Não pode haver conversas sobre recessão”, disse Roesler. O escritório de estatísticas da Alemanha informou recentemente que a economia cresceu 3,0% em 2011.

De acordo com o relatório anual do governo alemão, a taxa de desemprego cairá para 6,8% neste ano, de 7,1% em 2011, e o consumo doméstico deverá aumentar 1,1% em 2012, depois de subir 2,2% em 2011. O governo prevê uma expansão mais lenta nos investimentos das empresas, de 2,0% neste ano, após a alta de 8,0% em 2011.

A previsão do governo para as exportações é de crescimento de 2,0% em 2012, em comparação com o avanço de 8,2% no ano passado, e para as importações a previsão é de expansão de 3,0%, abaixo de 7,2% em 2011. Para a inflação, a estimativa é de taxa de 1,8%. As informações são da Dow Jones.