AIE prevê reequilíbrio dos mercados de petróleo em 2017

AIE prevê que a oferta e a demanda vão se reequilibrar até 2017, com uma recuperação nos preços da commodity, que estão atualmente em torno de US$ 30 por barril

Londres – O excesso de oferta global do petróleo deverá começar a diminuir no próximo ano e os mercados irão se reequilibrar, levando eventualmente à recuperação da commodity, segundo relatório da Agência Internacional de Energia (AIE).

No documento, a AIE prevê que a “oferta e a demanda vão se reequilibrar gradualmente até 2017, com uma consequente recuperação nos preços da commodity”, que estão atualmente em torno de US$ 30 por barril.

Apesar da previsão, a AIE acredita que nem todo o volume excedente de oferta será retirado dos mercados até 2021.

Nos cálculos da AIE, os estoques globais de petróleo vão crescer 100 mil barris por dia no próximo ano e recuar 400 mil barris por dia em 2018. Entre 2014 e 2017, o volume estocado de petróleo deverá aumentar em 1,5 bilhão de barris.

Para a produção de xisto dos EUA, a AIE prevê queda de 600 mil barris por dia este ano e nova redução em 2017, de 200 mil barris. Até 2021, no entanto, a produção de petróleo norte-americana deverá se recuperar e atingir o nível recorde de 14,2 milhões de barris por dia.

Uma gradual recuperação nos preços do petróleo voltará a estimular a produção dos EUA, segundo a AIE, levando o país a se tornar o maior produtor fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep)