Acordo oferece à Grécia 80 bilhões de euros, diz Hollande

Para garantir novos recursos financeiros, o governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras terá de aprovar uma série de duras medidas no Parlamento grego

Bruxelas – O acordo de ajuda fechado hoje entre a Grécia e seus credores oferece a Atenas financiamento de cerca de 80 bilhões de euros e evita que o país saia da zona do euro, afirmou hoje o presidente da França, François Hollande, após uma maratona de negociações que só terminou na manhã desta segunda-feira (pelo horário europeu).

Para garantir novos recursos financeiros, o governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras terá de aprovar uma série de duras medidas no Parlamento grego até quarta-feira (15).

Ministros de Finanças da zona do euro vão se reunir ainda hoje para discutir detalhes de um plano para garantir financiamento de curto prazo para Atenas.

Se tudo correr como esperado, Hollande prevê que o Banco Central Europeu (BCE) oferecerá liquidez adicional à Grécia, dando assistência financeira ao combalido sistema financeiro do país. “Essa foi a condição indispensável, mas isso vai levar alguns dias”, disse.

Segundo Hollande, Tsipras fez uma “escolha corajosa” ao aceitar o acordo e a Grécia terá de contar com financiamento do Fundo Monetário Internacional (FMI) no novo pacote, que é terceiro acertado com os credores. O acordo também prevê a extensão dos vencimentos da dívida grega e a redução dos juros que incide sobre ela, disse o líder francês. Fonte: Dow Jones Newswires.