Seis visões sobre pirataria, contrabando e outras práticas ilegais

Seis especialistas e autoridades, de Geraldo Alckmin ao presidente da Souza Cruz, expõem suas visões sobre práticas ilegais que prejudicam o país

São Paulo – Em um momento no qual o Brasil debate a complexidade do seu sistema tributário, os danos causados pela chamada “economia cinza” (pirataria e outras práticas ilegais) impressionam: todos os anos, 15 setores perdem mais de 100 bilhões de reais e o governo perde quase 50 bilhões de reais em tributos sonegados.

Os impactos das práticas ilegais estão por todos os lados. No poder público, traduzem-se em menos dinheiro para áreas prioritárias como saúde e educação. Entre as empresas, acabam por colocar a competitividade e a inovação em xeque. Já na sociedade, deixam os consumidores à mercê de produtos de qualidade duvidosa, enquanto os frutos do comércio ilegal fortalecem a criminalidade.

Um aspecto em torno desse panorama é quase consenso entre especialistas: a complexidade da carga tributária brasileira favorece a sonegação fiscal. No entanto, os problemas causados pela pirataria são intricados. Os fatores que contribuem para o seu enraizamento são diversos e as soluções para o combate são complexas. E é por isso que o tema vem sendo debatido à exaustão, ainda mais em ano eleitoral.

Para elucidar essas questões, EXAME ouviu fontes de diferentes setores durante o EXAME Fórum: Combate à Ilegalidade, que aconteceu nesta quinta-feira, 24, em São Paulo. Veja o que disseram a seguir.

Geraldo Alckmin

Pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB e ex-governador de São Paulo

Edson Vismona

Presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e do Fórum Nacional Contra a Pirataria

Liel Miranda

Presidente da Souza Cruz

Marina Carvalho

Diretora presidente da Associação pela Indústria e Comércio Esportivo

José Police Neto

Vereador da cidade de São Paulo

Oskar Metsavaht

Fundador e diretor criativo da Osklen

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fabricio Ranzeiro

    Geraldo Alckmin falando em desenvolvimento e práticas ilegais que prejudicam o país!!! Você não tem credibilidade, pois já foi citado em esquema de corrupção.