Verme pode ser antepassado mais antigo do homem

Pesquisa propõe que o verme Pikaia gracilens é o ancestral do grupo dos cordados mais primitivo já encontrado

São Paulo – Uma análise do Pikaia gracilens, um verme que viveu há mais de 500 milhões de anos, pode revelar mais um degrau na descoberta de ancestrais do Homo sapiens.

O estudo feito por uma equipe de paleontólogos britânicos e canadenses foi publicado na revista científica Biological Reviews. A pesquisa propõe que o verme é o ancestral do grupo dos cordados mais primitivo já encontrado.

Os cordados, o que inclui os peixes, anfíbios, aves, répteis e mamífero, são o tipo mais primário de animais. O fóssil usado na pesquisa foi encontrado nas Montanhas Rochosas do Canadá, na jazida conhecida como Xisto de Burgess, na província da Columbia Britânica.

O verme de 5 centímetros de comprimento era chato dos lados nadava nos oceanos. Também é considerado parecido com as enguias, que nadavam fazendo curvas com o corpo para os dois lados.

Durante a pesquisa, os cientistas identificaram no verme uma notocorda – estrutura primitiva – que se tornaria parte da nossa coluna vertebral, sistema vascular, além de tecidos musculares miômeros, presentes em 114 espécimes fósseis da criatura.

O Pikaia gracilens foi descoberto em 1911. Ele era considerado um antepassado das minhocas. Porém, depois desse novo estudo, é provável que os hábitos dos vermes e a importância para a evolução sejam revistos.