Teste de respiração pode dizer se você tem câncer antes dos sintomas

Por identificação de padrão de mudança em moléculas, teste almeja detectar a doença em estágio inicial

São Paulo – Pesquisadores do Cancer Research, no Reino Unido, testam um novo jeito de detectar se você tem câncer com um teste de respiração. O novo método visa melhorar o diagnóstico da doença, uma vez que muitos dos sintomas iniciais, como azia e indigestão, podem parecer problemas menos graves.

Liderada por Rebecca Fitzgerald, da Universidade de Cambridge, planeja analisar o hálito de 1.500 pessoas até 2021 e comparar os resultados das pessoas com diagnóstico de câncer e de outras que não têm nenhum sinal detectável da doença atualmente.

O câncer pode modificar compostos orgânicos voláteis, que podem ser produzidos pelas células do corpo humano, e, com isso, os pesquisadores esperam poder descobrir a presença da doença em poucos instantes e com um método de baixo custo.

Ainda não se sabe qual é a abrangência de diagnóstico do novo teste. Como trata-se de um projeto piloto, ele irá avaliar, também, quais tipos de câncer podem ser identificados.

“Intuitivamente, o câncer de pulmão é o mais óbvio de ser detectado pela respiração, mas devido à forma como os metabolitos são reciclados no corpo humano, muitas outras moléculas de outras áreas podem ir parar no sopro também”, explicou Fitzgerald.

Ainda em estágio embrionário, o novo teste almeja ser um método de triagem ou mesmo de identificação prévia do câncer, após descoberto um padrão, uma espécie de assinatura de tipos específicos de câncer. Quanto mais cedo a doença for identificada, melhores são as chances de recuperação do organismo, uma vez que o tratamento seja realizado corretamente.