Terremoto nos EUA deixou marcas que podem ser vistas do espaço

Abalo sísmico deixou uma rachadura significativa no solo de Ridgecrest, na Califórnia

São Paulo – O terremoto que atingiu os Estados Unidos na última sexta-feira (5) deixou mais do que destruição e prejuízo para os moradores de Ridgecrest, na Califórnia. O tremor também foi o responsável por uma rachadura na terra que pode ser vista até mesmo do espaço.

Em foto publicada por Will Mashall, executivo que comanda a empresa de satélites Planet Labs, é possível observar como o solo foi modificado dias após o terremoto abalar parte da costa oeste americana, como mostram as imagens abaixo:

A veracidade das imagens foi confirmada pela Nasa. Chris Milliner, cientista especialista em terremotos  da agência espacial americana, inclusive, publicou em sua conta no Twitter uma montagem com as diferenças do solo após o impacto natural.

Com magnitude de 7,1 graus na escala Ritcher, esse foi o terremoto mais forte que atingiu a região sul da costa oeste americana nas últimas duas décadas. Os tremores puderam ser sentidos principalmente nas cidades de Las Vegas, Los Angeles e Phoenix. Em Ridgecrest, o abalo provocou danos consideráveis a estrutura da cidade, como incêndios e vazamento de água e de produtos perigosos.