Sueco tenta construir reator nuclear em casa

O sueco Richard Handl foi preso por tentar construir um reator nuclear em casa, violando as leis de segurança contra radiação da Suécia

São Paulo  Um sueco foi preso por tentar construir um reator nuclear na cozinha de sua casa. Há duas semanas, ele foi detido, interrogado e liberado, mas continua suspeito do crime de violar as leis de segurança radioativa do país.

Richard Handl, de 31 anos, vive na cidade de Aengelholm e, desde maio, mantinha um blog no qual compartilhava o progresso de seu ousado experimento – com fotos. Em uma das primeiras postagens, ele explica que o projeto é apenas uma diversão pois o objetivo não era produzir energia, mas sim “testar se era possível dividir átomos em casa”. Em outras palavras, seu plano era construir um reator nuclear.

Nos textos, ele explicava como obter material radioativo de forma fácil, desmontando um detector de fumaça, já que esses aparelhos possuem uma pequena quantidade de amerício (mais precisamente, do isópoto Am-241). Já o rádio, outro elemento radioativo, foi obtido por ele a partir de relógios velhos. Em seu blog, ele explica que, até 1950, o elemento era usado na fabricação de várias peças. Embora seu uso tenha sido proibido, ainda há muitos relógios com ele à venda. Handl teria comprado um lote de ponteiros de relógio com o elemento por U$12 no site de leilões e venda direta eBay.

A falta de segurança desse experimento quase teve consequências desastrosas. No dia 21 de maio, o sueco postou a foto do que seriam os restos de uma explosão em seu fogão. Ele cozinhou amerício, rádio e berílio em ácido-sulfúrico (96%), para conseguir misturá-los melhor. Em suas palavras: “tudo explodiu pelos ares”.

Embora já tivesse iniciado o projeto, Handl disse que queria ter certeza de que não estava violando nenhuma lei, e mandou um e-mail para a Autoridade de Segurança da Radiação da Suécia. Dois dias depois, policiais acompanhados de membros da organização prenderam Handl e recolheram todo o material em seu apartamento.

No dia 22 de julho, o próprio sueco postou em seu blog que havia sido preso e levado à cadeia. Embora o experimento tenha acabado, ele comemora em um post: “estou famoso no mundo todo”.