Raupp: o físico que vai assumir a Ciência e Tecnologia

Marco Antônio Raupp foi presidente da Agência Espacial Brasileira e desenvolveu projeto de lançamento de foguete na base de Alcântara

São Paulo – À semelhança de outros ministros escolhidos pela presidente Dilma Rousseff, Marco Antonio Raupp, que deve substituir Aloízio Mercadante na pasta da Ciência e Tecnologia, tem um perfil essencialmente técnico.

Ele ocupa desde março de 2011 a presidência da Agência Espacial Brasileira (AEB). Durante os meses que permaneceu no cargo, Raupp se concentrou em desenvolver o programa espacial brasileiro dando ênfase a importantes projetos, como o projeto do satélite geoestacionário e o lançamento de um foguete ucraniano na base de Alcântara, no Maranhão, em 2013.

Antes de chegar à presidência da AEB, Raupp foi diretor geral do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e vice-presidente e conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SPBC).

Graduado em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Raupp é PhD em Matemática pela Universidade de Chicago e livre-docente pela Universidade de São Paulo. Foi professor adjunto da Universidade de Brasília (UnB), analista de sistemas do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, pesquisador titular do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e professor associado no Instituto de Matemática e Estatística da USP.