Pepsi, Coca-Cola e Dr Pepper se comprometem a reduzir calorias

Ex-chefe de Estado considerou que esse compromisso da indústria de bebidas 'pode ser um passo fundamental na luta contra a obesidade'

Os maiores fabricantes de refrigerante do mundo – Coca-Cola, PepsiCo e Dr Pepper – se comprometeram nesta terça-feira (23) a diminuir 20% das calorias de suas bebidas nos Estados Unidos antes de 2025, a fim de reduzir a obesidade no país.

As empresas chegaram a esse acordo com a Associação Americana de Bebidas e a Aliança Por Uma Geração Mais Saudável, que informaram sobre essa iniciativa em comunicado. O compromisso foi alcançado durante uma conferência organizada pela Fundação Clinton, do ex-presidente americano Bill Clinton, que acontece em Nova York entre os dias 21 e 24 de setembro.

Precisamente, o ex-chefe de Estado considerou que esse compromisso da indústria de bebidas “pode ser um passo fundamental em nossa luta contra a obesidade”. Para reduzir a obesidade, os fabricantes de refrigerantes venderão as bebidas em recipientes menores, promoverão o consumo de água mineral e introduzirão no mercado novas bebidas com poucas calorias ou sem elas.

Outra medida estipulada no acordo é posicionamento dessas bebidas em lugares específicos dos supermercados, como no corredor final, para que os consumidores possam localizá-las com facilidade.

Coca-Cola, PepsiCo e Dr Pepper também participarão de ações de promoção e conscientização em todos os pontos de venda dos EUA, inclusive as máquinas automáticas, que chegam a mais de 3 milhões no país.

“Este é o maior esforço feito pela indústria de forma voluntária para ajudar a combater a obesidade”, destacou a presidente da Associação Americana de Bebidas, Susan K. Neely, que antecipou que “esta iniciativa ajudará a transformar a paisagem de bebidas na América”.

Em colaboração com a Aliança Por Uma Geração Mais Saudável, um avaliador independente irá garantir que as companhias cumpram com suas promessas.