ONU alerta para “colapso total” de sistemas de saúde por ebola

Segundo Valerie Amos, revelou que agora mais pessoas estão morrendo devido a patologias como tuberculose, malária e enfermidades crônicas do que por ebola

A ONU alertou nesta terça-feira para um iminente “colapso total dos sistemas de saúde” dos países afetados pela epidemia do ebola na África Ocidental, onde o número de mortos aumentou por doenças comuns pois os pacientes não estão recebendo o tratamento que necessitam.

A secretária-geral adjunta da ONU para Assuntos Humanitários, Valerie Amos, revelou que agora mais pessoas estão morrendo devido a patologias como tuberculose, malária e enfermidades crônicas do que por ebola.

Amos mencionou ainda o aumento das mortes de recém-nascido em função da situação crítica em que se encontram os hospitais, principalmente na Libéria e Serra Leoa.