Obama recebe astronautas após 45 anos de viagem à Lua

Obama se reuniu privadamente com Buzz Aldrin, Michael Collins e a esposa do falecido Neil Armstrong, primeiro homem a colocar os pés na superfície lunar

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu nesta terça-feira na Casa Branca dois dos três astronautas que participaram da missão Apolo 11, que levou o homem há 45 anos atrás pela primeira vez à Lua, em 20 de julho de 1969.

Obama se reuniu privadamente com Buzz Aldrin, Michael Collins e a esposa de Neil Armstrong, que morreu há dois e anos e foi o primeiro homem a colocar os pés na superfície lunar, em 20 de julho de 1969.

O presidente disse que há 45 anos o mundo inteiro observava como os Estados Unidos colocavam os pés na lua, “um momento transcendental não só para a história do país, mas para a história da humanidade”.

“Os três valentes astronautas da Apolo 11 deram os primeiros passos para nosso gigantesco salto rumo ao futuro”, afirmou Obama.

O presidente ressaltou que desde então tanto os astronautas como suas famílias foram um exemplo do “engenho” americano e das conquistas da humanidade, por isso agradeceu o serviço prestado ao país como educadores e modelos a se seguir.

“Inspiraram gerações de americanos -eu incluído- a sonhar em grande estilo e a chegar mais longe”, expressou.

Segundo Obama, a Nasa se prepara para dar “o próximo gigantesco salto” científico, incluída a primeira visita tripulada ao espaço profundo, a um asteroide e a Marte, enquanto trabalha junto com o setor espacial comercial de “forma inovadora”.

O presidente assegurou que os Estados Unidos são “mais forte” atualmente graças à visão do presidente Jonn F. Kennedy, que estipulou como objetivo a chegada do homem à Lua, à “coragem” dos astronautas que fizeram a viagem, sem esquecer de todos os que participaram do programa Apolo e daqueles que realizam descobertas científicos para toda a humanidade. EFE