Obama enviará 3 mil soldados à África para combater Ebola

Presidente deve apresentar seu plano de ação contra o Ebola durante uma visita ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciará nesta terça-feira o envio de 3 mil militares americanos à África ocidental para ações de combate ao vírus Ebola, informou nesta segunda um alto funcionário.

Obama deve apresentar seu plano de ação contra o Ebola durante uma visita ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), em Atlanta.

Os esforços americanos se concentrarão na Libéria, um dos três países mais afetados pela epidemia, junto à Guiné e Serra Leoa. O centro de comando da operação ficará em Monróvia.

Obama pediu ao Congresso a aprovação de uma verba adicional de 88 milhões de dólares, o que eleva o montante total da ajuda dos Estados Unidos aos três países a 250 milhões de dólares.

A epidemia de Ebola na África Ocidental, a mais grave da história desta febre hemorrágica identificada em 1976, matou mais de 2.400 pessoas dos 4.784 casos detectados, segundo o último registro da OMS.