Nave britânica ‘Beagle 2’ é encontrada 12 anos após sumir em Marte

Novas imagens da câmera HiRISE na sonda Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA, mostraram que a Beagle 2 pousou com segurança na superfície do planeta

A Beagle 2, nave espacial britânica lançada pela Agência Espacial Europeia em busca de sinais químicos de vida em 2003, tinha sua chegada a Marte prevista para 25 de dezembro. Porém, ela desapareceu e nunca havia sido encontrada. Agora, especialistas conseguiram encontrá-la no planeta vermelho.

Novas imagens da câmera HiRISE na sonda Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA, mostraram que a Beagle 2 – que foi projetada para se desenrolar “como um relógio de bolso gigante” – pousou com segurança na superfície do planeta, mas não abriu totalmente.

As imagens, de acordo com análise de membros da equipe do Beagle 2 e da NASA, mostram a Beagle 2 com o que parece ser uma configuração parcialmente quebrada e a tampa traseira e o paraquedas principal por perto. Devido ao pequeno tamanho da Beagle 2, ela ficou bem no limite do sistema de detecção de imagens que orbitam Marte.

Os dados de imagem são, no entanto, consistentes ao entenderem que a nave teve apenas uma abertura parcial na sequência de pouso. Isso explicaria por que nenhum sinal ou dado foi recebido dela – já que era necessário o pleno desdobramento de todos os painéis solares para expor a antena de RF que iria transmitir dados e receber comandos na Terra.

Mas, o que pode ter dado errado com a nave? “Você pode pensar em coisas como distorção estrutural, um salto pesado. Talvez um saco de ar tivesse um vazamento, um furo – com a resolução das imagens que temos, nós não sabemos – e talvez nunca saberemos – exatamente o que aconteceu com  a Beagle 2”, respondeu  Mark Sims , gerente da missão da Beagle 2, à BBC em uma coletiva de imprensa.

Segundo a AEE, infelizmente, com tudo o que aconteceu, não é possível reviver a Beagle 2 e recuperar dados dela. “A história da exploração espacial é marcada pelo sucesso e fracasso. Esta descoberta mostra que o caso da Beagle 2 foi de mais sucesso do que sabíamos anteriormente e, sem dúvida, um passo importante na contínua exploração de Marte pela Europa”, disse David Parker, presidente-executivo da Agência Espacial do Reino Unido.