NASA lança sonda para estudar Júpiter

A sonda Juno demorará cinco anos para chegar ao maior planeta do Sistema Solar

São Paulo — A Nasa (agência especial americana) lançou nesta sexta-feira rumo a Júpiter a sonda Juno. Sua missão é estudar o planeta gasoso e entender o papel que desempenhou na formação do Sistema Solar.

A Juno partiu às 13h25 (horário de Brasília), do Cabo Canaveral, na Flórida, a bordo de um foguete Atlas V, equipado com cinco propulsores de combustível sólido. Houve alguns minutos de atraso após a detecção de um vazamento de gás hélio no foguete, que, segundo a agência espacial, não afetou nenhum de seus sistemas.

A previsão é que a sonda alcance a órbita de Júpiter daqui a cinco anos, em julho de 2016, após percorrer 2,8 bilhões de quilômetros. Ao alcançar o planeta gigante — 11 vezes maior que a Terra — , a sonda vai sobrevoá-lo por um ano terrestre 33 vezes a uma altura de cinco mil quilômetros atrás de respostas sobre sua composição e a quantidade de água presente.

A Juno é a segunda sonda enviada com o propósito de estudar Júpiter. Antes dela, a sonda Galileo, lançada em 1989 e que chegou à órbita do planeta em 1995, também coletou dados sobre o maior planeta do Sistema Solar.