Nasa anuncia erupção solar mais forte do ano

Trata-se de uma explosão classificada como média na escala de tempestades solares

São Paulo – A Nasa capturou uma erupção solar nesta quinta-feira (11). A explosão solar já é considerada pelos especialistas como a mais forte do ano.

A erupção solar foi classifica como do tipo M.6.5. Isso significa que se trata de uma explosão classificada como média na escala de tempestades solares.

As erupções solares são classificadas de acordo com o seu brilho em raios-X em um determinado intervalo de comprimento de onda. A classe mais forte de tempestades é a X, considerada dez vezes mais forte do que a M.

As tempestades solares acontecem por causa das manchas solares, regiões onde há uma redução de temperatura e pressão das massas gasosas no Sol, relacionadas ao seu campo magnético.

Quando atingem a Terra, as tempestades podem causar danos em equipamentos eletrônicos, como satélites, GPS, além de transformadores e linhas de transmissão de alta tensão, por exemplo.

Os efeitos dessa explosão solar poderão ser sentidos na Terra durante os próximos três dias. Erupções solares de classe M afetam os polos do planeta. Por isso, podem acontecer rápidos bloqueios nas emissões de rádio. Tempestades solares mais intensas podem afetar a comunicação da Terra, redes de energia e operações por satélite.

Apesar de ser classificada como média, essa tempestade já é considerada mais forte do ano. A Nasa anunciou recentemente que a atividade do Sol em 2013 está abaixo do previsto. O Sol tem ciclos de atividade de aproximadamente 11 anos, com períodos mais intensos. O auge desse ciclo acontece agora, em 2013. Porém, a movimentação ainda é fraca este ano.

É provável que as erupções solares como a desta quinta-feira aumentem ao longo do ano. O ciclo solar caminha para o seu máximo, que é esperado para o final de 2013.