NASA acha componente do plástico em lua de Saturno

Detecção reforça a esperança dos cientistas de encontrar outros produtos químicos escondidos na atmosfera de Titã

São Paulo – A NASA, agência espacial americana, anunciou nesta segunda-feira (30) que a sonda espacial Cassini fez uma descoberta inédita. Encontrou um ingrediente do plástico em Titã, a maior lua de Saturno.

Cassini encontrou pequenas quantidades de propileno nas camadas mais baixas da atmosfera de Titã. Na Terra, o propileno se junta em longas cadeias e forma o polipropileno, muito usado na fabricação de copos, brinquedos, material hospitalar, entre outros.

A sonda já tinha visto alguns sinais desse componente do plástico nessa lua. Mas agora um instrumento da sonda mediu o calor vindo de Saturno e de suas luas, o que comprovou a existência do material. Segundo a NASA, a detecção reforça a esperança dos cientistas de encontrar outros produtos químicos escondidos na atmosfera de Titã.

Titã

Esta lua de Saturno tem uma superfície de crosta de gelo em sua superfície. Sua atmosfera é densa, rica em materiais orgânicos. É formada por hidrocarbonetos, compostos químicos constituídos de átomos de carbono e hidrogênio, que se ligam a oxigênio, nitrogênio e enxofre (componentes que estão na base do petróleo e dos combustíveis fósseis da Terra.

Apesar da possibilidade de vida em Titã, a temperatura no local é muito baixa. O único líquido que existe em maior abundância na superfície é o metano. Embora tenha uma riqueza em elementos orgânicos, as condições na superfície são muito geladas. Esses fatores dificultam a exploração da lua pela NASA.

O gás metano na atmosfera é quebrado pela luz do Sol. Então, cai na superfície e é transportado de volta para os polos, onde se condensa e forma lagos. Observações dos cientistas feitas com dados fornecidas pela Cassini sugerem que existe a possibilidade de Titã ter quatro lagoas rasas semelhantes em tamanho e profundidade a pântanos da Terra.

Missão – Cassini completou sua missão inicial de quatro anos para explorar o sistema de Saturno em junho de 2008. A primeira missão estendida, chamada de Cassini Equinox Mission, também acabou em setembro de 2010. A extensão atual da missão vai até setembro de 2017, com o solstício de verão saturniano.