Chuva de meteoros vai iluminar o céu nesta madrugada

A chuva de meteoros Perseidas, que atinge a máxima intensidade hoje, pode trazer estrelas cadentes e bolas de fogo ao céu. Veja como observar o fenômeno

São Paulo — A chuva de meteoros Perseidas, que já vem acontecendo há alguns dias, vai atingir a máxima intensidade nesta madrugada. É a chuva de meteoros mais intensa do ano.

Nos locais com melhores condições para observação, devem ser vistos entre 30 e 40 meteoros por hora, calcula a NASA. E há chances de que apareçam espetaculares bólidos e bolas de fogo.

A chuva das Perseidas vem sendo observada há pelo menos 2 mil anos. Ela acontece quando a Terra passa pela esparsa nuvem de fragmentos liberados no espaço pelo cometa Swift-Tuttle.

Esses fragmentos têm, tipicamente, o tamanho de um grão de feijão e viajam a 200 mil km/h. Quando ingressam na atmosfera, entram em ignição, produzindo um risco luminoso no céu – a popular estrela cadente.

Bolas de fogo

Além desses riscos regulares, a chuva das Perseidas é conhecida por produzir ocasionais bólidos e bolas de fogo. São partículas maiores, que se queimam de forma mais intensa, produzindo uma cauda longa e brilhante. 

A American Meteor Society define bola de fogo como um meteoro que tem brilho mais intenso que o do planeta Vênus, um dos astros mais brilhantes no céu. Já o bólido é uma grande bola de fogo que explode ao entrar na atmosfera. É um fenômeno raro, mas espetacular.

Neste ano, a observação da chuva das Perseidas será prejudicada pela superlua, que atingiu sua máxima luminosidade no último fim de semana. 

O forte brilho da Lua tende a ofuscar a luz dos meteoros, que é muito mais fraca. Mesmo assim, há expectativa de bom espetáculo, ao menos no hemisfério Norte.

Como observar

A má notícia, para os brasileiros, é que quanto mais ao Sul, menor a visibilidade. No Brasil, o fenômeno será visível especialmente nas regiões Norte e Nordeste, mas com menor intensidade do que no hemisfério Norte. 

Quem mora no Sul ou Sudeste pode, teoricamente, ver as estrelas cadentes, mas numa frequência muito menor, já que só as mais brilhantes serão visíveis. E será preciso contar com céu realmente limpo para isso.

A chuva de meteoros parece se originar da constelação de Perseu, que pode ser vista sobre o horizonte Norte-Nordeste. O melhor horário para observá-la será entre 3h e 4h da madrugada de quarta-feira (horário local, qualquer que seja a localização do observador).

Quem quiser ver os meteoros deve ir uma área escura, fora da cidade. A NASA recomenda ficar 45 minutos com as luzes apagadas para que os olhes se habituem à escuridão. 

Feito isso, basta olhar para o céu na direção Norte-Nordeste e ficar atento às estrelas cadentes. Como a constelação de Perseu fica baixa no horizonte, os meteoros devem riscar o céu no sentido ascendente. Se você tiver muita sorte, pode até ter a rara visão de um bólido explodindo.