Médico engole parasita para testar técnica de emagrecimento

Em documentário, Dr. Mosley mostra que, ao contrário da lenda, ganhou um quilo ao final da experiência

São Paulo – O britânico Dr. Michael Mosley engoliu uma tênia em um experimento feito para a BBC. O médico quis descobrir se a técnica – usada no passado por mulheres vitorianas – ajuda a emagrecer.

A Tênia ou solitária é uma planária das ordens Pseudophilidae e Ciclophylidae, da classe Cestoda. Esse verme platelminto é parasita de vários animais vertebrados, como o homem. Quando dentro de organismo, se alimenta dos nutrientes ingeridos pelo hospedeiro.

Para ser infectado pela tênia, Dr. Mosley foi até o Quênia, onde coletou cistos da língua de uma vaca infectada em um matadouro. Seis semanas depois, o Dr. Mosley engoliu uma câmera para ter certeza que os cistos tinham se transformado em tênias.

No documentário, Dr. Mosley mostra que, ao contrário da lenda, ganhou um quilo ao final da experiência. É provável que isso tenha acontecido porque os parasitas aumentam a necessidade do corpo de comer mais para alimentá-las.

Segundo Dr. Mosley, o ganho de peso também pode ter sido influenciado pelo gosto dos parasitas. O médico acredita que comeu mais chocolate, um dos alimentos preferidos das tênias, que gostam de carboidratos.

A tênia pode chegar a 30 metros de comprimento no intestino e consegue viver por até 20 anos dentro do corpo humano. Mas, no caso de Dr. Mosley, os vermes foram mortos através da administração de medicamentos.