Já acordou confuso de manhã? Entenda por que isso acontece

De acordo com estudo, cerca de 15% das pessoas já passaram por isso

São Paulo – Você já acordou meio desorientado, sem saber onde estava e com dificuldade até para andar? Denominado pela ciência como despertar confusional, esse tipo de experiência acontece com cerca de 15% das pessoas. O dado é da revista Neurology.

Recentemente, a publicação divulgou um artigo sobre o tema. Baseado em informações sobre o sono de cerca de 20 mil americanos com 18 anos ou mais, a pesquisa foi realizada por médicos das universidades de Stanford, Minnesota e da francesa Paris Descartes.

De acordo com o texto, aproximadamente 2.400 pessoas (ou 15% dos participantes) relataram que acordaram confusas, pelo menos uma vez, no ano anterior ao estudo. Além disso, 14,8% das pessoas não só acordaram confusas como perambularam à noite alguma vez. 

Ao investigarem as possíveis razões do despertar confusional, os cientistas constataram que 84% das pessoas que passaram por ele tinham distúrbios psicológicos, problemas relacionados ao sono ou faziam uso de medicação psicotrópica (em geral, antidepressivos). 

Segundo os cientistas, depressão, alcoolismo e sono com duração menor que 6h ou maior que 9h são alguns dos fatores que levam as pessoas a acordarem desorientadas.

Como muitas delas usam o celular como despertador, não é raro que tentem atendê-lo no momento em que o gadget toca de manhã, quando o fenômeno acontece.