Índia comemora um ano de sonda espacial ao redor de Marte

A Índia é o primeiro país asiático e a quarta maior potência espacial do mundo, depois do Programa Soviético, da Nasa e da Agência Europeia

Nova Délhi – A sonda indiana Mars Orbiter Mission (MOM) completou nesta quinta-feira um ano orbitando ao redor de Marte, uma data que a Organização Índia de Estudos Espaciais (Isro, em inglês) comemorou divulgando fotos da viagem em forma de atlas.

O primeiro país asiático e a quarta maior potência espacial do mundo, depois do Programa Soviético, da Nasa e da Agência Europeia, a enviar uma nave espacial não tripulada a Marte está de parabéns porque completou um ano da missão.

Neste tempo, a MOM enviou fotografias, vídeos e dados que a Isro ia publicando na rede social Twitter, uma coleção que a agência indiana divulgou agora com um mesmo corpo, segundo explicou à Agência Efe uma fonte do organismo.

“Ahmedabad apresentou um atlas de Marte que contém uma coleção de imagens colhidas graças à câmera Cor Marciana (MCC, em inglês) e os resultados obtidos pelos demais dispositivos em forma de atlas científico”, publicou a Isro em seu site.

As imagens mandadas pela MOM mostram “nuvens, pó na atmosfera e na superfície” quando foram tiradas de sua distância máxima do planeta vermelho e “características morfológicas da superfície marciana” feitas durante sua fase mais próxima.

Entre essas imagens divulgadas pela Isro há fotografias em três dimensões dos principais acidentes orográficos do planeta vizinho, como o vale Marineris e o monte Arsia, um vulcão de quase 20 quilômetros de altura, mais do que o dobro do Everest.

A missão indiana ao redor de Marte procura obter dados que permitam o desenvolvimento da tecnologia necessária para o projeto, o planejamento, a direção e a organização de uma futura “missão interplanetária”, segundo a Isro.

Por isso a MOM está programada para continuar fazendo fotografias das características geográficas “da geologia e morfologia da superfície marciana, os processo atmosféricos e a temperatura em superfície” através dos cinco dispositivos diferentes que possui.

A Isro vai continuar difundindo as fotos no Twitter, embora sempre de acordo com as vicissitudes próprias da viagem espacial.