EUA buscam investimentos de 40 mi para pesquisa do cérebro

Estes investimentos viabilizarão o projeto Pesquisa Cerebral Mediante Neurotecnologias Inovadoras de Vanguarda (Brain)

O Instituto Nacional de Saúde (NIH) dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira (17) a convocação das seis primeiras ajudas, de US$ 40 milhões, para o programa de pesquisa que pretende conseguir mapear o cérebro humano para ajudar a curar doenças como Alzheimer e epilepsia.

Estes investimentos viabilizarão o projeto Pesquisa Cerebral Mediante Neurotecnologias Inovadoras de Vanguarda (Brain) que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou em abril e que quer ser o equivalente no cérebro do projeto do genoma humano, disse o NIH em comunicado .

O objetivo desta primeira convocação, cujos seis beneficiados serão divulgados em setembro de 2014, é criar um novo arsenal de ferramentas técnicas que permitam um avanço da ciência básica, seguindo as recomendações emitidas pelo Comitê Assessor do diretor do grupo de trabalho de Brain, em setembro.

Serão financiados dois projetos centrados no desenvolvimento de métodos para classificar as diferentes células e circuitos do cérebro e, outro, destinado a apoiar a formação de equipes científicas interdisciplinares para desenvolver a próxima geração de scanners não invasivos.

Os três outros serão destinados a otimizar as técnicas para captar os conjuntos de células que operam no cérebro.

“Temos uma oportunidade sem precedentes de desenvolver novas tecnologias que nos permitirão cartografar os circuitos do cérebro, medir a atividade existente e entender como suas interações mantêm a saúde e modulam o comportamento humano”, afirmou o diretor do NIH, Francis Collins.

Obama explicou na apresentação que o objetivo do programa é “dar aos cientistas as ferramentas que necessitem para conseguir uma imagem dinâmica do cérebro em ação e um melhor entendimento de como pensamos, aprendemos e lembramos”.

A iniciativa ‘Brain’, na qual a Fundação Nacional de Ciência, a Agência de Projetos de Pesquisa de Defesa Avançados e organizações privadas colaboram com o NIH, é um esforço federal que contará em 2014 com um orçamento de US$ 110 milhões.