Estudo liga consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas a aumento da pressão

Cerca de 355 ml diários de líquidos com gás ou até sucos com açúcar podem ser considerados suficientes para fazer com que a pressão entre em desequilíbrio

São Paulo – A revista científica Hypertension traz em sua última publicação a constatação de uma investigação feita com 2,5 mil pessoas nos Estados Unidos: A pressão arterial pode ser afetada pelo consumo de refrigerantes e outras bebidas que contenham grande quantidade de açúcar. Se uma pessoa ingerir mais de 355 ml diários de líquidos com gás ou até sucos com açúcar pode ser considerado suficiente para fazer com que a pressão entre em desequilíbrio. Para os estudiosos, o excesso de açúcar no sangue causa prejuízo ao tônus das veias sanguíneas e desequilibra os níveis de sal no organismo.

O estudo demonstrou que para cada lata de bebida com açúcar consumida por dia, os voluntários apresentavam uma alta 1,6 mmHg (milímetro de mercúrio) em sua pressão sistólica (quando o coração se contrai e passa a bombear sangue no corpo). Já a pressão diastólica (quando o coração relaxa e recebe o sangue do sistema circulatório) teve um acréscimo de 0,8mmHg para cada lata de refrigerante ou suco contendo açúcar bebido por dia.

A pesquisa ainda revelou que os participantes que consumiram mais de uma dose diária de bebidas com açúcar aumentaram a ingestão de 397 calorias a mais por dia. A recomendação da American Heart Association é que não se consuma mais do que três latas de refrigerantes, de 355 ml, por semana.