Esta é uma das piores profissões na Inglaterra

Estudo revela que pescadores apresentam diversos problemas de saúde no país

São Paulo – Pesquisadores da Universidade de Exeter, localizada na Inglaterra, descobriram que a profissão de pescador está entre os piores trabalhos do país, visto que a população presente nesta indústria apresenta uma saúde inferior à maioria dos grupos trabalhadores da Inglaterra.

Após uma pesquisa extensa, foi revelado que 2,8% dos pescadores – incluindo homem e mulher -, apresentam uma saúde “ruim” ou “muito ruim”, e 10,3% disseram que suas atividades ficam suspensas frequentemente por conta de doenças que duram bastante.

Os pesquisadores acreditam que o resultado de sua pesquisa é importante para demonstrar que as comunidade de pescaria do país precisam de maior atenção de específicos serviços de saúde.

De acordo com a doutora Rachel Turner, da Universidade de Exeter, a taxa de pescadores com problemas de saúde é maior que a taxa de risco de acidentes fatais no país. O censo se baseia em relatos pessoais, e os dados não revelaram as causas específicas dos problemas de saúde citados no estudo.

O estudo foi focado em trabalhadores das áreas de pescaria e aquicultura e foi desenvolvido pelo Instituto do Ambiente e Sustentabilidade e pelo Centro Europeu do Ambiente e da Saúde Humana, ambos parte da Universidade de Exeter.