Esquilo ‘vampiro’ com cauda superfofa é filmado pela 1ª vez

Filmagem tem apenas 15 segundos de duração, mas mostra claramente o esquilo com sua enorme e peluda cauda vasculhando o solo coberto de folhas

São Paulo – Um esquilo vampiro parece o plot perfeito para um filme B. Mas o roedor de nome impronunciável Rheithrosciurus macrotis existe, e sua fama deve-se tanto às lendas de sugador de sangue (que inspiram o apelido sombrio) quanto a sua volumosa cauda, ​​que no ano passado foi considerada a mais fofa entre todos os mamíferos.

Este animal extremamente raro foi filmado pela primeira vez por cientistas no começo deste mês. Ele habita as florestas da ilha de Bornéu, na Ásia, e os poucos registros visuais que existiam até então foram feitos por moradores da região.

Reza a lenda que ele se esconde no meio das folhas para atacar veados desavisados​​, banqueteando-se dos órgãos e do sangue de sua vítima, mas nada disso tem respaldo científico, não passando de folclore.  

A filmagem feita pelos cientistas foi publicada no Youtube e tem apenas 15 segundos de duração, mas mostra claramente o esquilo com sua enorme e peluda cauda vasculhando o solo coberto de folhas. 

Os pesquisadores da Universidade de Michigan e da Universidade de Victoria em Wellington, na Nova Zelândia, gravaram as imagens com uma câmara instalada no Parque Nacional Gunung Palung, como parte de um estudo de ecologia.

A aparição do animal “não estava no script” e surpreendeu os cientistas. Eles esperam que este achado leve a novas descobertas e imagens que os permita aprender mais sobre o esquilo e seu comportamento.

Por se tratar de um animal misterioso, os cientistas ainda não sabem ao certo por que ele tem uma cauda tão fofa, embora alguns suspeitam que tal característica pode estar relacionada aos seus hábitos de acasalamento ou como uma tática para confundir os predadores.