ESA detecta perda de massa “espetacular” na estrela AG Carinae

A AG Carinae é um tipo raro de estrela variável luminosa azul, as mais brilhantes conhecidas e que apresentam um comportamento imprevisível

Paris – A Agência Espacial Europeia (ESA) afirmou nesta segunda-feira que a estrela AG Carinae, uma das mais brilhantes da Via Láctea, está perdendo massa a um ritmo “espetacular” porque seus potentes ventos exercem muita pressão sobre as nuvens de matéria que ela expulsa.

Estes “fabulosos” ventos esvaziaram a região mais próxima à estrela e empurraram a matéria até afastá-la, informou a ESA em comunicado.

A agência explica que AG Carinae é um tipo raro de estrela variável luminosa azul, as mais brilhantes conhecidas e que apresentam um comportamento imprevisível, alternando entre períodos de inatividade e emissões.

Essas estrelas, que evoluíram a partir de astros com uma massa 20 vezes maior que a do Sol, são entre dezenas de milhares e milhões de vezes mais brilhantes que a estrela central do Sistema Solar. AG Carinae se encontra a 20 mil-anos luz da Terra, na constelação de Carina.