Endeavour chega a museu de Los Angeles onde ficará exposto

A nave despegou pela primeira vez em 1992 e até que cessou suas operações em 2011

Washington – A nave ‘Endeavour’ chegou neste domingo ao Califórnia Science Center (CSC) para se transformar em peça de museu, após percorrer um percurso que foi seguido por milhares de pessoas e cheios de percalços, que atrasaram a viagem em mais de 14 horas.

Dois dias e meio após partir do aeroporto internacional de Los Angeles, o ‘Endeavour’ completou um trajeto de quase 20 quilômetros. O atraso aconteceu por conta das diversas regras necessárias para a manutenção da nave de 88 toneladas, rebocada sobre uma plataforma e escoltada por um extenso grupo operacional para cortar os galhos de algumas árvores que impediam a passagem da nave, que tem quase 24 metros de comprimento.

Na chegada ao Exposition Park, a esplanada na qual a nave estará exposta dentro de um hangar a partir de 30 de outubro, o presidente do CSC calculou que perto de ‘um milhão’ de pessoas se deslocaram para ver o veículo passar.

‘Não poderia estar mais feliz com o resultado’, disse Rudolph ao jornal ‘Los Angeles Times’.

O ‘Endeavour’ ficará exposto no hangar do Exposition Park até 2017, quando espera-se que termine a construção do centro aeroespacial Samuel Oschin, que será o lar definitivo da nave.

O centro científico, cuja entrada é gratuita, está avaliando estabelecer tarifas de US$ 2 ou 3 para quem queira ver o ‘Endeavour’, dado o elevado custo da construção do novo centro, de US$ 200 milhões.

A nave despegou pela primeira vez em 1992 e até que cessou suas operações em 2011, tendo realizado 25 missões, 4.671 órbitas ao redor do planeta em 299 dias, chegando a um total de 197.761.261 quilômetros, uma distância superior à qual separa a Terra do Sol.