Em Cuba, Lula visita estudantes de medicina brasileiros

A previsão neste ano é de que cerca de 350 jovens brasileiros se formem médicos no país caribenho

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu-se, na noite de terça-feira, 25, em Havana, com um grupo de jovens brasileiros que foram para Cuba estudar medicina gratuitamente.

De acordo com informações do Instituto Lula, parte desses estudantes convidou o ex-presidente a retornar à ilha em julho, para que ele possa participar da formatura.

A previsão neste ano é de que cerca de 350 jovens brasileiros se formem em medicina no país caribenho. Durante o encontro com Lula, os estudantes abordaram a necessidade de mudanças no processo de validação do diploma de brasileiros que estudam medicina no exterior.

Além disso, Lula e os brasileiros falaram sobre o programa Mais Médicos. Os estudantes disseram querer retornar ao Brasil para participar do programa.

Lula afirmou que estudará a possibilidade de participar da formatura em julho e elogiou os brasileiros. “Parabéns, vocês são motivo de orgulho para nós. Eu espero que quando retornarem ao Brasil, voltem com muita vontade de trabalhar”, afirmou, durante o encontro.

“Nem sempre vai ser fácil, mas quando vocês vieram para cá, vieram com esse objetivo, de serem médicos, de sobreviver da medicina, mas sem transformar a medicina em mercantilismo”, discursou Lula.

Antes da participação do evento com estudantes, Lula se encontrou com o presidente cubano Raúl Castro. Eles compartilharam experiências sobre energia e agricultura.

Eles conversaram a respeito da ampliação do uso de biomassa na matriz energética cubana, aproveitando a vocação do país para a produção de cana-de-açúcar.

Lula também visitou, ao lado de Castro, o porto de Mariel, construído com financiamento de US$ 682 milhões via Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES).

Em janeiro, a presidente Dilma Rousseff esteve em Cuba para inaugurar a primeira etapa do porto e para anunciar um financiamento de US$ 290 milhões para a implantação de uma Zona de Desenvolvimento Especial do Porto de Mariel.

Acompanhante

O senador e ex-governador Blairo Maggi (PR-MT), que é um dos maiores produtores de soja do país, está na comitiva do ex-presidente em Cuba. Segundo o Instituto Lula, ele foi compartilhar com os cubanos a experiência brasileira de produção de soja para melhorar a produtividade do cultivo na ilha.

Estava prevista para esta quarta-feira, 26, uma visita de Lula e Maggi a uma plantação de soja no interior de Cuba. De acordo com a assessoria de Lula, o ex-presidente deve retornar ao Brasil nesta quinta-feira, 27, e ainda não há agenda prevista.