Documentos inéditos de Turing são encontrados em restauração de telhado

Os papeis, usados na quebra do código da Enigma, foram encontrados durante uma reforma em Bletchey Park

Documentos secretos escritos pela equipe de Alan Turing que desvendou o código nazista Enigma foram encontrados durante a restauração do espaço que serviu de base para a equipe liderada por Alan Turing que desvendou as mensagens alemãs.

Os papeis foram encontrados em 2013 e congelados para prevenir a deterioração, antes de serem restaurados e limpados.

Os documentos foram apresentados ao público nesta semana, em uma exposição chamada “A Restauração do Bletchey Park Histórico”, que mostram o processo de restauração e a importância dos papeis.

O material inclui os únicos exemplares da Banbury, uma técnica inventada pelo matemático Alan Turing para acelerar o processo de descriptografia das mensagens nazistas.

Os papeis descobertos são únicos, considerando que todas as evidências documentais do processo de quebra dos códigos deveriam ter sido destruídas após a guerra.

“O fato de que esses documentos foram usados para tampar goteiras nos lembram as condições rudimentares nas quais essas pessoas extraordinárias trabalhavam”, afirma Iain Stander, diretor-executivo do órgão que administra o museu de Bletchey Park.