Dilma parabeniza brasileiro que ganhou Nobel de Matemática

"O reconhecimento mundial do trabalho de Avila enche de orgulho a ciência brasileira e todo o Brasil", disse a presidente em relação ao trabalho de Arthur Avila

Brasília – A presidente Dilma Rousseff parabenizou nesta terça-feira, pelo Twitter, o matemático brasileiro Artur Ávila Cordeiro de Melo, primeiro latino-americano a conquistar a Medalha Fields, considerada o “Prêmio Nobel de Matemática”.

“O reconhecimento mundial do trabalho de Avila enche de orgulho a ciência brasileira e todo o Brasil”, disse a presidente em relação ao trabalho do brasileiro, de 35 anos, ter sido reconhecido hoje pela União Internacional de Matemáticos (IMU) em um congresso realizado na Coreia do Sul.

Dilma lembrou que Ávila, pesquisador do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), foi escolhido por seu trabalho na área de sistemas dinâmicos, que busca prever a evolução no tempo dos fenômenos naturais e humanos observados nas diferentes ramos do conhecimento.

A medalha Fields é o maior prêmio conquistado por um cientista brasileiro. Nascido no Rio de Janeiro, Ávila ganhou aos 16 anos a medalha de ouro das Olimpíadas de Matemática realizadas no Canadá, onde venceu 411 participantes de 72 países.

Aos 19 anos, ele começou sua tese de doutorado baseada na teoria de sistemas dinâmicos, e a concluiu em 2001, quando se mudou para a França para continuar com seus estudos.

De 2003 a 2008, ele teve uma cadeira permanente no Centro Nacional de Pesquisa Científica da França (CNRS), e em 2008 se tornou o diretor de pesquisa mais jovem da instituição.

Desde 2009, ele ocupa um posto simultâneo como pesquisador no IMPA, e em 2013 foi eleito membro titular da Academia Brasileira de Ciências.