Concurso estimula nova fase de corrida espacial: mandar robôs à Lua

Fundação quer transmissões ao vivo do espaço feitas por empresas privadas

São Paulo – Desde 2007, o Google mantinha um concurso que oferecia prêmios em dinheiro a empresas privadas que conseguissem reproduzir o feito da Nasa: chegar à Lua. No entanto, nenhuma das inscritas no Lunar Xprize conseguiu cumprir o objetivo até o momento.

Agora, sem o Google, a iniciativa é relançada, sem recompensas em dinheiro, para estimular companhias a enviar uma sonda espacial que chegue à superfície do nosso satélite natural e transmita vídeos ao vivo via internet durante a viagem. Não é preciso enviar humanos ao espaço para isso.

“Somos extraordinariamente gratos ao Google por financiar os Lunar Xprize entre setembro de 2007 e 31 de março de 2018. Enquanto a competição está agora terminada, há pelo menos cinco equipes com contratos de lançamento que esperam pousar na superfície lunar nos próximos dois anos”, disse, em comunicado, Peter H. Diamandis, fundador e presidente do conselho da Xprize Foundation.

Agora, a fundação busca um novo patrocinador para bancar o prêmio do concurso lunar.