Cirurgiões fazem transplante simultâneo de fígado e coração

A operação, conduzida por suíços, durou mais de 11 horas e mobilizou mais de 20 especialistas

Genebra – Cirurgiões do Hospital Universitário de Zurique realizaram pela primeira vez no mundo um transplante de fígado combinado com uma ablação de uma parte do coração e a reconstituição dos tecidos, anunciou nesta quinta-feira um comunicado oficial do estabelecimento médico.

A paciente de 22 anos sofria uma grave doença do fígado, onde se desenvolveu um tumor provocado por um parasita, a tênia.

O tumor, diagnosticado em abril passado, media 10 cm de diâmetro e atacou o fígado, uma veia cava, uma parte do diafragma e uma parte do coração, indicou o hospital.

Os cirurgiões reconstituíram a veia cava a partir dos vasos sanguíneos de um doador, e foram conectados ao coração do paciente.

Também reconstruíram a parte do coração extraída.

Ao mesmo tempo, em uma sala de cirurgia contígua, uma segunda equipe de cirurgiões extraiu uma parte do fígado da irmã da paciente e realizou o transplante.

A operação, que aconteceu em setembro, durou mais de 11 horas e mobilizou mais de 20 especialistas.

A paciente se encontra bem.