Cientistas descobrem que chove em Saturno

Fenômeno acontece por causa da erosão de partículas que compõem os anéis do planeta

São Paulo – Cientistas descobriram que os anéis gelados de Saturno fazem chover em algumas partes do planeta. O fenômeno acontece por causa da erosão de partículas que compõem os anéis do planeta.

Os pesquisadores são da Universidade de Leicester, no Reino Unido. Eles chegaram a essa conclusão com ajuda de dados coletados pelo Observatório Keck. O instrumento fica no Havaí, nos Estados Unidos.

Partículas carregadas de água caem dos anéis de Saturno em grandes áreas do planeta. O astrônomo James O’Donoghue, um dos autores do estudo, afirmou que a estimativa é que caia uma piscina olímpica em Saturno por dia.

Essa chuva teria um grande impacto na atmosfera do planeta. Causa alterações na temperatura e na composição de Saturno. O fenômeno também resolve um mistério sobre a atmosfera de Saturno. Isso porque áreas com pouca densidade de elétrons eram detectadas, mas ninguém sabia a causa. A chuva de água carregada explicaria o fenômeno.

Em 2011, os cientistas já tinham detectado que Encelados, uma das luas de Saturno, jogava enormes jatos de água no planeta. Além disso, os astrônomos consideram que só chovia em algumas áreas do planeta. A nova descoberta prova que Saturno tem uma grande interação entre seus anéis e sua atmosfera.