Cientistas descobrem como transformar a luz em matéria

Em artigo da revista Nature Photonics, os cientistas descreveram como é possível fazer essa transformação

São Paulo – Cientistas descobriram como fazer matéria a partir da luz. Agora, pretendem demonstrar o método para o mundo nos próximos 12 meses.

A teoria que sustenta essa ideia foi descrita pela primeira vez há 80 anos por dois físicos que mais tarde trabalharam na criação da primeira bomba atômica.

Eles imaginaram que duas partículas de luz, os fótons, podem se combinar para produzir um elétron (matéria) e um pósitron (antimatéria).

Mas, na época, eles consideraram impossível demonstrar como converter luz em matéria.

Agora, físicos do Imperial College de Londres acreditam que é possível resolver o problema com lasers de alta potência e outros equipamentos já disponíveis para cientistas.

Em artigo da revista Nature Photonics, os cientistas descreveram como é possível fazer essa transformação.

Na primeira parte do processo, um feixe de elétrons é disparado contra uma lâmina de ouro em uma velocidade próxima a da luz para produzir um raio fotônico de alta energia.

Depois, outro laser é disparado contra um cilindro de ouro para criar um campo de radiação térmica em um processo que gera uma luz intensa como a das estrelas.

A combinação do feixe de fótons com os cilindros de ouro pode provocar uma colisão capaz de gerar elétrons e pósitrons.

A novidade está longe de ser uma máquina capaz de criar objetos cotidianos a partir de explosão de laser. O tipo de matéria que eles pretendem fazer existe na forma de partículas subatômicas invisíveis a olho nu.

A tecnologia necessária para colidir essas partículas já existe. Por isso, a equipe tem conversado com outras instituições que podem ajudar a fazer o experimento acontecer.

Uma máquina desse tipo tem potencial para ajudar os astrofísicos a recriar as condições do Big Bang, a explosão que deu origem ao universo.