Brasileira está entre 100 candidatos para viagem a Marte

Candidatos foram selecionados a partir de uma lista de 200 mil interessados e serão testados até o final do ano em exercícios de trabalho em equipe e isolamento

A Mars One, grupo que quer levar humanos para uma viagem sem volta a Marte, anunciou seus 100 candidatos finais para a missão.

Eles foram selecionados a partir de uma lista de 200 mil interessados e serão testados até o final deste ano em exercícios de trabalho em equipe e isolamento.

Uma brasileira está na lista: Sandra Maria Feliciano Silva, de 51 anos, é professora em Porto Velho, Rondônia.

A maioria dos finalistas é de cientistas e acadêmicos, com idades entre 19 anos (uma inventora australiana e uma estudante indiana) e 60 anos (um militar paquistanês).

No final do processo, 24 pessoas serão selecionadas para formar seis equipes com quatro tripulantes, que serão enviados a cada dois anos para Marte a partir de 2018, com objetivo de formar uma colônia humana no planeta.

A entidade holandesa espera usar tecnologia que já existe para desenvolver a missão.

Porém, as condições inóspitas do planeta vermelho sempre foram um empecilho para a exploração humana: metade das missões não tripuladas enviadas a Marte fracassou.

Segundo um estudo publicado pelo MIT, caso os exploradores consigam pousar em Marte, eles sobreviveriam apenas 68 dias, utilizando as tecnologias e equipamentos atuais.

A jornada pelo Sistema Solar até o planeta deve demorar sete meses.