Bill Gates zomba de Trump por confundir HIV com HPV

Em reuniões com o cofundador da Microsoft, Trump quis saber se havia alguma diferença entre o HIV e o HPV

O bilionário americano Bill Gates zombou de Donald Trump ao contar sobre duas reuniões nas quais o presidente lhe perguntou qual era a diferença entre o vírus da aids, o HIV, e o vírus do papiloma humano, o HPV. E seu relato, ante funcionários da sua fundação, foi registrado.

No vídeo, transmitido na noite de quinta-feira pelo canal NBC, o cofundador da Microsoft e diretor de uma fundação humanitária especializada em saúde, conta que no início do mandato encorajou Trump a “escolher coisas importantes para fazer, como acelerar a vacina contra o HIV”.

“Em ambas as reuniões, me perguntou se as vacinas não eram uma coisa ruim, porque estava considerando estabelecer uma comissão para pesquisar os efeitos colaterais das vacinas e alguém – acho que foi Robert Kennedy Jr. – lhe tinha dito que as vacinas estavam causando coisas ruins. E eu lhe disse: ‘Não, isso seria um beco sem saída, seria ruim, não faça isso'”, conta Gates na reunião privada.

“Em ambas as ocasiões, quis saber se havia alguma diferença entre o HIV e o HPV, e eu pude explicar-lhe que os dois raramente são confundidos”, diz, visivelmente surpreso pela pergunta do presidente.

Existe uma vacina contra o HPV, um vírus sexualmente transmissível que se manifesta na forma de pequenas verrugas nos genitais e que pode levar a vários problemas de saúde, entre eles o câncer do colo do útero.

O vírus HIV é causador da aids, doença que matou um milhão de pessoas no mundo em 2016, e apesar do trabalho incessante de pesquisadores, ainda não há uma vacina disponível para combatê-lo.

Neste trecho do vídeo, Gates explica que “evitou” Trump em um evento em que ambos estavam presentes, antes de sua eleição, e que ficou incomodado com o hábito do magnata imobiliário de se referir a si mesmo na terceira pessoa.

Contou, ainda, que Trump “sabia muito sobre a aparência” de sua filha, e que Melinda, sua esposa, “não gostou muito disso”.