Base espacial particular é concluída nos EUA

Idealizada pelo excêntrico empresário Richard Branson, base será usada em voos espaciais tripulados por “civis”

São Paulo – Em 2006, o escritório de arquitetura Foster+Partner levou pra a prancheta a competição internacional para a construção a primeira base de lançamento espacial privada do planeta. Com investimentos do governo do estado do Novo México, em parceria com o Virgin Group, propriedade do bilionário e excêntrico Richard Branson (aquele que tentou dar a volta ao mundo num balão duas vezes, e fracassou), as obras da base foram finalmente concluídas há algumas semanas e o custo da obra ficou na casa dos 209 milhões de dólares.

Localizada nos arredores da cidade de Los Cruces, Novo México (EUA), o formato da estrutura do prédio é sinuoso, maneira que os arquitetos encontraram para tentar capturar, o máximo possível, o clima de mistério que envolve o espaço sideral e que deve alimentar ainda mais a curiosidade dos primeiros turistas espaciais que vão, em breve, embarcar em alguma espaçonave em direção à órbita terrestre.

Desde 2007, doze voos, realizados em caráter de teste, já foram lançados da base e, de acordo com informações da Spaceport America, estima-se que, a partir de 2013, a experiência dos turistas no local possa ser um pouco mais “robusta”, possivelmente oferecendo uma bela vista do planeta terra.